01 maio 2017

Desculpe, só queria desabafar.

Estou perdida, quero fugir de todos, muitas vezes até de mim mesma. Tento me encontrar por dentro, quem sou afinal?!
Estou tentando mudar e sabemos que, saber que precisa mudar dói. Dói porquê para você anda tudo indo bem, enquanto realmente não vai. O pedido de desculpas por seus erros não é a mesma coisa sem ao menos refletir, então, melhor ficar calada, pedir desculpas a si própria depois de pensar e realmente mudar.  
Estou tentando não ser competitiva, isso na parte ruim, mas a verdade é que, isso é de mim e nunca devo ter reparado, já que para nós, tudo se torna natural quando não percebemos. 
Estou tentando me enquadrar em tudo e isso parece chato, porquê são vários caminhos e que você tem medo de em vez de uma coisa se tornar outra. 
Não estou perdida só por isso. Tudo aqui dentro dói entre vários motivos. Certas coisas voltaram ao meu pensamento ou nunca largaram, isso carrego, porquê felizmente ou infelizmente, aconteceu.  
Assim como em 2014 eu me achava a menina mais feia da sala, hoje volta de novo e isso me atormenta. Deveria me aceitar como sou, mas a alto estima ultimamente anda bem para baixo. 
Vez ou outra acho bonita, vez ou outra, mas tem horas que fico me questionando por não ser de outro jeito. Deve ser coisa de adolescente, não sei. Deve também ser normal se achar assim muitas vezes. 
O colégio anda uma correria e todos cobram que devo passar na tal faculdade enquanto ninguém sabe: MAS EU TÔ COM MUITO MEDO!!!! 
A família espera a melhor nota, o curso que dê dinheiro, mas na verdade: NÃO ME ENCONTREI EM NADA!!!
As notas, algumas melhoraram em tais matérias que nunca sonhei passar, já outras foram as piores e isso doeu, porquê enquanto eu fechava a prova, hoje talvez  nem "abra" a nota. A cabeça, a mente do ser humano é muito complexa e a minha anda até demais. 
Eu queria sair por aí viajando sozinha, para sentir o vento nos meus cabelos, o sol de manhãzinha cedo, a aguá passando por meus dedos ao tentar pegá-la. 
Muitas vezes eu sumo, porquê de certo modo odeio a tecnologia em certos pontos. A gente ver coisas que não deveria, se afastamos das pessoas, principalmente naquela velha saidinha, em que todos ficam somente agarrados no celular e na mesa não rola nada ou marcar coisas, filmes, seriados e a tecnologia não deixar realmente.
A verdade é que sou muito intensa em tudo que faço, tudo mesmo e cada detalhe feito, aproveito como se fosse único e por mais que tenha parte do futuro planejado, não sei realmente como será ele, porquê assim como diz Heráclito: "tudo flui, nada persiste, nem permanece o mesmo".
Desculpem pelo desabafo, sou muito complexa e ando confusa, em tudo e mais um pouco e escrever sempre será minha melhor forma de desabafo. 

- Carol Barbosa

Créditos da Imagem: Clique Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© DOCE CAROLA - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: ANNA CAROLINA. Desenvolvido por ISRAELY LIMA.
Tecnologia do Blogger.
TOP
NAS REDES SOCIAIS...